sexta-feira, 5 de junho de 2009

Toma posse a nova diretoria da União das Escolas de Samba Paulistanas (UESP)

Realizado na Câmara Municipal de São Paulo, o evento lotou o salão nobre da casa reunindo representantes de escolas de samba e entidades da classe, autoridades, parlamentares e membros da Embaixada do Samba Paulistano.

Hino Nacional em versão de samba, benção das Tias Baianas Paulistas e pavilhões perfilados. O clima foi de festa na noite de ontem na Câmara Municipal durante a posse da nova diretoria da UESP que tem Kaxitu Ricardo Campos e Mauricio de Jesus, membros do PCdoB, respectivamente como presidente e vice-presidente da entidade. Conduzida pelo jornalista Moisés da Rocha, a cerimônia registrou momentos de emoção quando foi executado ao vivo o samba Biografia do Samba, de autoria de Talismã, e que foi acompanhada em coro pela Embaixada do Samba Paulistano presente no auditório.



O vereador Jamil Murad foi o primeiro a falar e lembrou que o tronco e o esteio do povo brasileiro estava ali representado pelas comunidades que fazem do samba o ofício do dia-a-dia. “Se tirar esse povo que está aqui presente hoje não existe povo brasileiro porque essa comunidade que se organiza nas escolas de samba representa a família brasileira”, comparou Jamil. Ele também ressaltou a importância da UESP representando as escolas de samba e blocos e as atividades desenvolvidas pela entidade.”O nosso mandato e o parlamento têm o dever de cada vez mais abrir espaço para o progresso do nosso povo”, afirmou Jamil.



Também participaram do evento o diretor de fiscalização da Agência Nacional do Petróleo, Alcides Amazonas;Nivaldo Santana, vice-presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) e o deputado federal pelo partido dos trabalhadores (PT) Vicentinho.

De São Paulo, Railídia Carvalho

Fonte: http://www.vermelho.org.br/base.asp?texto=57493

0 comentários:

Postar um comentário