segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Volta as aulas e Lei antifumo

Hoje foi o primeiro dia de aula em muitas faculdades e em algumas escolas municipais, estaduais e particulares, o retorno havia sido adiado por orientação da Secretaria Estadual da Saúde como precaução para com a epidemia da Nova Gripe (Gripe Suína) que se espalha rapidamente pelo mundo, pelo Brasil e pelo Estado de São Paulo. Com o adiamento do retorno às atividades acadêmicas e escolares a cidade de São Paulo teve mais algumas semanas de "folga" no transito e transporte público.

Ao sair do serviço e me dirigir até a faculdade fazendo o caminho que faço todos os dias, utilizando um metrô e um ônibus para chegar até a UNIP pude notar como a quantidade de pessoas no horário de pico utilizando os transportes coletivos aumento, não precisa ser especialista em transportes para perceber, é necessário apenas sentir como aumenta o numero de pessoas dividindo o mesmo espaço nos transportes coletivos e por sua vez diminui a oferta de espaços para se viajar sentado e mesmo em pé.

Contudo, não é apenas a oferta de vagas para se viajar com conforto que diminui, mas também a eficiência do transporte, sendo que com o maior fluxo de pessoas entrando e saindo, subindo e descendo, aumentam os tempos de paradas e com isso também os tempos das viagens.

Porém, hoje não foi apenas o primeiro dia de aula com o caos no transporte na cidade de São Paulo, foi também o primeiro dia de aula vigorando a Lei Paulista antifumo, lei que proíbe o consumo de cigarro em locais comuns públicos ou particulares (escolas, bares, restaurantes, etc.)

Como tradição o primeiro dia de aula é marcado pelo reencontro com colegas e amigos e nada melhor ao reencontrar conhecidos que colocar a conversa em dia, sendo assim, todos ao bar, mas espera aí, agora está proibido fumar nos bares e foi justamente este fato que me chamou a atenção, ao entrar no bar em que eu e meus amigo costumamos frequentar notei que não havia ninguém fumando, eu achei uma maravilha, pois sábado completei um ano que larguei o cigarro, no entanto o que me surpreendeu mesmo é que alguns amigos fumantes exitavam em se levantar e sair do bar para fumar, fiquei surpreso e ao mesmo tempo cauteloso em elogiar atitude deles para não "bancar" o ex-fumante/chato e que pega no pé dos amigos.

Todavia, não era apenas nos bares que estavam os alunos, também teve "aula" e com bom aluno que sou resolvi subir pra conhecer o professor e pegar os horários e para meu espanto também não havia ninguém fumando nas escadas de incêndio e no Hall de entrada, local anteriormente destinado ao consumo do cigarro, a UNIP proibia seus alunos e funcionários de fumar nos corredores dos campi, porém fazia vistas grossas para o o consumo nos "fumodromos" e algumas escadarias com menor movimento.

Dessa maneira eu vi o retorno as aulas e o inicio do vigor da lei anti fumo, espero que essa lei não seja como a lei que proíbe consumo de álcool por motoristas que começou com tolerância zero e hoje praticamente não se ouve falar em seus dados estatísticos.

Por hoje é só, mas amanhã é o inicio das aulas para os calouros, assim espero ter animo e acontecimentos engraçados para escrever quando chegar em casa amanhã a noite.

3 comentários:

Postar um comentário