quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Fernando Pessoa - As minhas ansiedades

As minhas ansiedades caem
Por uma escada abaixo.
Os meus desejos balouçam-se
Em meio de um jardim vertical.
 
Na Múmia a posição é absolutamente exata.
 
Música longínqua,
Música excessivamente longínqua,
Para que a Vida passe
E colher esqueça aos gestos.

Fernando Pessoa em Cancioneiro
Fonte: Fonte: http://www.cfh.ufsc.br/~magno/cancioneiro.htm

1 comentários:

Postar um comentário