quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Um ser iluminado

Uma noite fria na cidade de concretos
Noite de reencontros e alegria
Numa mesa de bar fim à calmaria
Cerveja, sorrisos e amigos seletos.

Uma pessoa especial quero destacar
Oriental linda que conquista com olhar,
Sorriso fácil, sincero e arrebatador
Distribuindo felicidade como um beija-flor.

Há pessoas que identificamos a primeira vista
Como se de outro lugar ou época convivemos
É estranho acreditar que isso exista

Mas impossível é negar o que se sente ao seu lado:
Paz, calma, carinho, tranquilidade e o amor sentiremos
É notório e inegável que trata-se de um ser iluminado.

1 comentários:

Postar um comentário