domingo, 14 de novembro de 2010

Alexandre Prestes - Distância

Séculos atrás a distância já era um problema
A humanidade já sofria com a falta de companhia
Sempre buscando o que do outro lado havia
Enquanto não conheciam, construíam teorema.

Hoje a distancia é percorrida muito mais rápido
Com a tecnologia o Homem ficou mais próximo,
Mesmo assim a distancia persiste sem eximo,
Deixando nos longe de quem gostamos. Perdido.

Perdido num deserto sem sol, sem calor,
Deserto que não existe em mapas
Assim ficamos longe do nosso amor

E, quando estamos perto do nosso amor
O coração bate forte por que vencemos uma etapa
finalmente podemos tocar sua mãos e sentir o seu sabor.

14 comentários:

Postar um comentário