sexta-feira, 22 de abril de 2011

Vladimir Maiakovski - Desatai o Futuro

O futuro
não virá por si só
se não tomarmos medidas.
Pega-o pelas orelhas, komsomol!
Pega-o pela cauda, pioneiro!

A comuna

não é uma princesa fantástica
com quem
de noite se sonha.

Calcula,

Reflete,
mira bem
e avança!
Embora sejam miudezas,
O comunismo
não reside apenas
na terra,
no suor das usinas.
Senão também no lar,
à mesa,
nas relações de família,
nos costumes.

Aquele que

no decorrer do dia
anda rangendo palavrões
como um eixo de carroça
ressecado,
aquele que
fica pasmado
quando geme a balalaika,
esses
não atingiram o talhe
do futuro.

Nas trincheiras

manejar metralhadoras,
não é apenas nisso
que consiste a guerra.

O ataque

à família,
ao lar,
não é para nós
ameaça menor.

Quem não agüentou

a tarefa doméstica
e dorme
no bem-bom
das rosas de papel,
esse
não atingiu o talhe
da poderosa vida
do porvir.

Qual uma peliça

o tempo também
roído
por vermes cotidianos.

Às vestes poeirentas

de nossos dias
cabe a ti, komsomol, sacudi-las!



Maiakovski [1925] – fonte:http://www.grabois.org.br/portal/noticia.php?id_sessao=53&id_noticia=4554

0 comentários:

Postar um comentário