quinta-feira, 12 de maio de 2011

Lalu Antunes - Saudade...


Saudade...
Quem nunca a sentiu, não sabe a agonia que é...
Acordar no meio da noite em busca do toque do ser amado

Sentindo seu cheiro em meio aos lençóis...

 
Quem nunca se deparou fitando uma árvore
Onde na adolescência riscou um coração flechado?

Quem nunca passou em frente a antiga escola e deixou cair uma lágrima ou escapar um sorriso triste...

Quem não ri escondido quando uma criança comete uma travessura dessas que só você sabia fazer bem feita...

 
Quem não olha para o almoço de domingo e relembra os primos brigando pelo garfo do HeeMan ou o prato da Xuxa?
Quem não olha pra Xuxa e lembra de “Lua de Cristal”?

 
Saudade...
 
De tudo que foi, do que poderia ter sido e jamais será...
Saudade do velho, do gasto, do beijo, do abraço...

Saudade do olhar, do cheiro, do toque...

Saudade do afeto, do defeito, do esperado e da surpresa...

 
Quem nunca a sentiu...
Quem nunca a teve...
Nunca viveu realmente!
E vive-la ahhhhhhhhhh saudade... tem sabor de faz de novo!!!

Saudade sua linda!!!

Ao amigo Alexandre Prestes... meu quinto perseguidor e perseguido por aqui... em homenagem a nossa amizade, que cresça e perdure por quantas vidas nos for permitidas viver!!!

Beijo da @Lalu_Antunes (Lala)

1 comentários:

Postar um comentário