quarta-feira, 10 de outubro de 2012

NÃO CHORA – GRACIA DO SALGUEIRO

Ai não chora, deixa que um dia ela volta pra lhe procurar, pra lhe procurar
Quando a nega vai embora, o homem não deve dar bola, pra ela não se gloriar
Ô cara, não chora
Ai não chora, deixa que um dia ela volta pra lhe procurar, pra lhe procurar
Quando a nega vai embora, o homem não deve dar bola, pra ela não se gloriar
Se você ficar chorando, todo mundo vai saber
Que a dona do seu coração não vive mais com você
Homem que é homem não chora quando a mulher vai embora
Segunda da onde mora pra saudade não lhe atropelar
Ô cara, não chora
Ai não chora, deixa que um dia ela volta pra lhe procurar, pra lhe procurar
Quando a nega vai embora, o homem não deve dar bola, pra ela não se gloriar
Ô cara, não chora
Ai não chora, deixa que um dia ela volta pra lhe procurar, pra lhe procurar
Quando a nega vai embora, o homem não deve dar bola, pra ela não se gloriar
Homem que é homem não chora, é preciso acostumar
Mas se o peito fala alto, meu cumpade Gracia, você tem que superar
Eu fui ao cine Méia cumpade, assistir o bailado azul
Encontrei essa nega bacana cas dama da noite no Cruzeiro do Sul
Ô bicho, não chora
Ai não chora, deixa que um dia ela volta pra lhe procurar, pra lhe procurar
Quando a nega vai embora, o homem não deve dar bola, pra ela não se gloriar
Ô cara, não chora
Ai não chora, deixa que um dia ela volta pra lhe procurar, pra lhe procurar
Quando a nega vai embora, o homem não deve dar bola, pra ela não se gloriar

Baiana porque tá de luto, da sua família quem foi que morreu?
Diga que foi seu marido, eu vou ser marido seu.
Se essa mulher não voltar, meu cumpade pode ficar sossegado.
Ela vai se convencer que fez um grande pecado
Ô cara, não chora
Ai não chora, deixa que um dia ela volta pra lhe procurar, pra lhe procurar
Quando a nega vai embora, o homem não deve dar bola, pra ela não se gloriar
Ô cara, não chora
Ai não chora, deixa que um dia ela volta pra lhe procurar, pra lhe procurar
Quando a nega vai embora, o homem não deve dar bola, pra ela não se gloriar
Eu já vi você chorando no romper da madrugada
Estava tão difamado que perdeu a doce amada
Na ladeira do amor, lá onde a saudade mora
Eu deixei ela chorando, esperando até agora
Ô cara, não chora
Ai não chora, deixa que um dia ela volta pra lhe procurar, pra lhe procurar
Quando a nega vai embora, o homem não deve dar bola, pra ela não se gloriar
Ô cara, não chora
Ai não chora, deixa que um dia ela volta pra lhe procurar, pra lhe procurar
Quando a nega vai embora, o homem não deve dar bola, pra ela não se gloriar

0 comentários:

Postar um comentário