quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Verdade

As mentiras compartilhadas por muitas pessoas são consideradas por elas verdades.
 A realidade do mundo de verdade é, contudo, outra. Nessa realidade há muita violência, miséria, fome, mas também há coisas boas, melhora do poder de aquisição do salário mínimo, milhares de estudantes cursando faculdade de graça, outras milhares de pessoas que saíram da linha da miséria.
No entanto, essa realidade, a de verdade, não é considerada pelos que acreditaram naquela primeira "verdade", a midiática, pois essa realidade (de verdade) tem cheiro, tem nome, tem cor, tem raça, necessidades, vontade, desejo, sonhos e classe social.
E falando em verdade, realidade, digo a verdade sobre a realidade da chamada "nova classe C": ela não existe, é só uma maneira que faz que pobres acreditem que deixam de ser pobres e agora pertencem a outra classe social, diferente àquela de sua origem. A verdade é que estes pobres cidadãos continuam pobres, vivendo uma realidade diferente num mundo de verdade (aquele com cheiro...), influenciados a acreditar em outra verdade (dos outros...) que tem apenas o interesse de mudar a realidade do povo pobre (para pior).
Não adianta:
"Aê, você sai do gueto, mas o gueto nunca sai de você, morou, irmão? Você tá dirigindo um carro.
O mundo todo tá de olho em você, morou?
Sabe por quê?
Pela sua origem, morou, irmão?"

0 comentários:

Postar um comentário